Fortaleça nosso segmento.


Fortaleça nosso segmento.

Conheça os Benefícios

Ut placerat tortor massa

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Ut placerat tortor massa

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Ut placerat tortor massa

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Procurando musicoterapia?

A música passou a ser utilizada cientificamente e com fins terapêuticos na reabilitação e recuperação dos soldados feridos.

Apemesp

A APEMESP (Associação de Profissionais e Estudantes de Musicoterapia do Estado de São Paulo) antiga AAMESP (Associação de Alunos de Musicoterapia do Estado de São Paulo), foi fundada em maio de 1990 pela Musicoterapeuta Selma Marques de Oliveira, por ocasião do VI Congresso Mundial de Musicoterapia realizado no Rio de Janeiro.

Desde então, a necessidade de unir forças e interesses comuns na luta pelo estudo da fundamentação teórica da Musicoterapia, pela regulamentação da profissão e pela união entre alunos e profissionais fez com que a Apemesp atuasse cada vez mais não somente no Estado de São Paulo mas, também, em outros estados e cidades auxiliando associações, profissionais e estudantes,informando a população e divulgando a profissão.

A Apemesp tem participado ativamente no meio científico e profissional da Musicoterapia através de seus representantes em cursos, palestras, congressos, simpósios, feiras, etc, procurando sempre divulgar a profissão e fundamentá-la cientificamente. Seus representantes têm participado, também, das reuniões e projetos da União Brasileira das Associações de Musicoterapia (UBAM), do Comitê Latino Americano de Musicoterapia (CLAM) e da Federação Mundial de Musicoterapia (World Federation of Music Therapy).

"A escuta musical mostrou-se uma importante ferramenta de tratamento na diminuição de estresse no âmbito organizacional, assim, evitando o distresse (estresse perigoso), que pode desencadear os males contidos na pré-disposição de um indivíduo."

Gouveia & Moura, 2018.

"A escuta musical mostrou-se uma importante ferramenta de tratamento na diminuição de estresse no âmbito organizacional, assim, evitando o distresse (estresse perigoso), que pode desencadear os males contidos na pré-disposição de um indivíduo."

Gouveia & Moura, 2018.

O que é?

Musicoterapia é um campo de conhecimento que estuda os efeitos da música e da utilização de experiências musicais, resultantes do encontro entre o/a musicoterapeuta e as pessoas assistidas. A prática da Musicoterapia objetiva favorecer o aumento das possibilidades de existir e agir, seja no trabalho individual, com grupos, nas comunidades, organizações, instituições de saúde e sociedade, nos âmbitos da promoção, prevenção, reabilitação da saúde e de transformação de contextos sociais e comunitários; evitando dessa forma, que haja danos ou diminuição dos processos de desenvolvimento do potencial das pessoas e/ ou comunidades.

O musicoterapeuta é o profissional de nível superior ou especialização, com formação reconhecida pelo MEC e com registro em seu órgão de representação de categoria. Ele/a é habilitado/a a exercer a profissão no Brasil. Ele/a facilita um processo musicoterápico a partir de avaliações específicas, com base na musicalidade e na necessidade de cada pessoa e/ou grupo. Estabelece um plano de cuidado e um processo musicoterápico a partir do vínculo e de avaliações específicas atendendo às premissas de promoção da saúde, da aprendizagem, da habilitação, da reabilitação, do empoderamento, da mudança de contextos sociais e da qualidade de vida das pessoas, grupos e comunidades atendidas. O musicoterapeuta pode atuar em áreas como: Saúde, Educação, Social / Comunitária, Organizacional, entre outras”.

UNIÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE MUSICOTERAPIA. Definição Brasileira de Musicoterapia. 2018.

Interessado(a) na formação em Musicoterapia?

Linha do Tempo

Conheça nossa Agenda

Entre em Contato

Translate »

Comissões

Compete à comissão eventos e marketing:
I ___ organizar e manter sob sua guarda as referências das notícias publicadas
pela imprensa em geral no que se refere à Musicoterapia no estado, como
profissão, e a organização de eventos criados ou com a participação da
APEMESP;
II ___ Encaminhar e organizar solicitações da mídia, confecção de banners,
cartazes, folhetos, produção de conteúdo audiovisual;
III___ Divulgação de atividades, projetos, comunicações oficiais e extraoficiais,
chamadas e propagandas;
IV___ Observar as disposições do Artigo 2º do Estatuto Social da APEMESP e
demais normas regulamentares.

Compete à comissão de intercâmbio
I___ Acompanhar e incentivar a formação, manutenção, diálogo, expansão de
redes de estudos e estágios dentro e fora do Brasil;
II___ Orientar quando a entidades que promovam e fornecem serviços de
intercâmbio;
III___ Atuar junto à UABM e às instituições de ensino onde é oferecido o curso
de musicoterapia.

Compete à comissão de formação e científica
I___ Promover espaços de construção e de reflexão do musicoterapeuta e da
Musicoterapia;
II___ Promover o desenvolvimento, a pesquisa, aplicação e divulgação da
Musicoterapia;
III ___ Encaminhar as questões da formação profissional e do exercício da
profissão junto às instituições de ensino e entidades afins;
IV___ Promover, fomentar e ministrar seminários, palestras e encontros
científicos;
V___ Observar as disposições do Artigo 2º do Estatuto Social da APEMESP e
demais normas regulamentares

Compete à comissão de mercado de trabalho
I___ Estar em diálogo constante com as instituições, empresas, ONGs,
governo no que se refere à atuação do profissional e do estudante de
musicoterapia;
II___ Verificar índices de atuação e demanda dos profissionais
musicoterapeutas junto a diferentes localidades: bairros, cidades, regiões no
estado de São Paulo;
III___ Atuar diretamente no contato e catalogação de profissionais de
musicoterapia, promovendo a divulgação oficial destes profissionais através
dos meios de comunicação da APEMESP;
IV___ Observa as disposições no que tange ao reconhecimento e à
regulamentação da Musicoterapia no Brasil, além de outras atribuições
delegadas pela diretora da APEMESP.

Sua atuação tem estreita simetria com o art. 2º, do Estatuto da APEMESP,
além de outras atribuições delegadas pela diretoria da UBAM.
Compete à comissão de Estatuto e Regimento Interno
I___ Acompanhar a gestão documental por meio dos procedimentos e métodos
de trabalho que permitem a tramitação, produção, avaliação, uso e
arquivamento do Estatuto Social e Regimento interno da APEMESP;

Compete à comissão Sistema Único de Assistência Social ___ SUAS
I___ Tomar parte em ações das políticas públicas do Estado, tais como
reuniões mensais, rodas de conversa, e outras conferências municipais e
estaduais, e inserir a Musicoterapia nas discussões.
II___ Realiza estudos técnicos de legislação (leis, portarias, atos normativos)
de políticas públicas pensando na atuação do profissional musicoterapeuta.
III___ Auxiliar os musicoterapeutas quanto aos procedimentos e espaços de
atuação na saúde e assistência social.
IV ___ incentivar encontros e debates sobre a importância do musicoterapeuta
e da Musicoterapia à pessoa e à sociedade;
V ___ promover espaços de construção e de reflexão do musicoterapeuta e da
Musicoterapia;

Compete à comissão Sistema Único de Saúde___ SUS
I___ Tomar parte em ações das políticas públicas do Estado, tais como
reuniões mensais, rodas de conversa, e outras conferências municipais e
estaduais, e inserir a Musicoterapia nas discussões.
II___ Realiza estudos técnicos de legislação (leis, portarias, atos normativos)
de políticas públicas pensando na atuação do profissional musicoterapeuta.
III___ Auxiliar os musicoterapeutas quanto aos procedimentos e espaços de
atuação na saúde e assistência social.
IV ___ incentivar encontros e debates sobre a importância do musicoterapeuta
e da Musicoterapia à pessoa e à sociedade;
V ___ promover espaços de construção e de reflexão do musicoterapeuta e da
Musicoterapia;
VI___ ampliar e fortalecer a importância de aumento do quadro de
Musicoterapeutas e maior visibilidade e inserção da Musicoterapia nas
Organizações Sociais de SP.

O musicoterapeuta é o profissional de nível superior ou especialização, com formação reconhecida pelo MEC e com registro em seu órgão de representação de categoria. Ele/a é habilitado/a a exercer a profissão no Brasil. Ele/a facilita um processo musicoterápico a partir de avaliações específicas, com base na musicalidade e na necessidade de cada pessoa e/ou grupo. Estabelece um plano de cuidado e um processo musicoterápico a partir do vínculo e de avaliações específicas atendendo às premissas de promoção da saúde, da aprendizagem, da habilitação, da reabilitação, do empoderamento, da mudança de contextos sociais e da qualidade de vida das pessoas, grupos e comunidades atendidas. O musicoterapeuta pode atuar em áreas como: Saúde, Educação, Social / Comunitária, Organizacional, entre outras”.

 

UNIÃO BRASILEIRA DAS ASSOCIAÇÕES DE MUSICOTERAPIA. Definição Brasileira de Musicoterapia. 2018.

Disponível em: https://ubammusicoterapia.com.br/definicao-brasileira-de-musicoterapia/.

Musicoterapia surgiu oficialmente durante a Segunda Guerra Mundial, quando a música passou a ser utilizada cientificamente e com fins terapêuticos na reabilitação e recuperação dos soldados feridos.

Primeiro plano de estudos acerca dos efeitos terapêuticos da música (como e porque eles eram alcançados)     foi elaborado em 1944, em Michigam (EUA). Em 1950 foi fundada a Associação Nacional para Terapia Musical nos EUA e em 1968, na Argentina, houve a primeira Jornada Latino-Americana de Musicoterapia.

No Brasil, os cursos realizados com esse fim foram fundados em 1971, no Paraná e Rio de Janeiro, e em 1980 a Universidade Federal do Rio de Janeiro iniciou a Prática Clínica da Musicoterapia.

A Musicoterapia é uma carreira de nível superior (graduação e pós-graduação) e é reconhecida pelo Conselho Federal de Educação desde 1978 através do parecer 829/78.

Atuação da Musicoterapia

  • Clínicas e Hospitais Psiquiátricos

  • Clínicas Multidisciplinares

  • Clínicas Geriátricas

  • Hospitais Clínicos-Gerais

  • Hospitais Dia

  • Centro e Instituições de Reabilitação

  • Escolas Regulares e Especiais

  • Instituições Sociais e Públicas

  • Consultórios Particulares

  • Empresas

Área do Associado



Senha?

SERVIÇOS e/ou BENEFÍCIOS que a APEMESP oferece aos associados PROFISSIONAIS e ACADÊMICOS

  • Desenvolver e promover atividades relacionadas a Musicoterapia de interesse dos associados;
  • Promoção de eventos que visem facilitar o desenvolvimento dos associados;
  • Assessorar e prestar serviços de consultoria em planejamento, avaliação e execução de projetos;
  • Firmar convênios, parcerias, participação em editais de financiamento público ou privados para prestação de serviços e/ou implementação de projetos;
  • Delegar representantes regionais no Estado de São Paulo. 

Somos a união da música com a área da saúde. Somos a junção de alguns conceitos do mundo musical aplicados na recuperação de pacientes diversos.

O que faz um musicoterapeuta?
O musicoterapeuta usa a música e seus elementos ? som, ritmo, melodia e harmonia ? para a reabilitação física, mental e social de indivíduos ou grupos
Emprega instrumentos musicais, canto e ruídos para tratar pessoas com distúrbios da fala e da audição ou deficiência mental.
Atua, também, na área de reabilitação motora, no restabelecimento das funções de acidentados ou de convalescentes de acidentes vasculares cerebrais. 
Auxilia estudantes com dificuldade de aprendizado e contribui para melhorar a qualidade de vida de idosos e pacientes de doenças crônicas. Ademais, o papel da música é o de atuar promovendo a reabilitação de dependentes químicos e a reintegração de menores infratores.

Diretoria

Presidente – Ariadne Américo Máximo APEMESP 1-010450
Vice-presidente – Aline Lucia da Silva Labiapari APEMESP 1-010479
1ª Secretária – Mauro Pereira Amoroso Anastácio Júnior APEMESP 1-010512
2º Secretário – Ana Carolina Rodrigues de Camargo Domingos APEMESP 1-010366
1ª Tesoureira – Deisyane da Silva Gomes APEMESP 1-150034
2ª Tesoureira – Rosilene Rodrigues da Silva APEMESP 1-010469.